Você está aqui
Home > Dicas de sucesso > Descubra agora tudo sobre o salário bruto!

Descubra agora tudo sobre o salário bruto!

Salário bruto pode ser uma dúvida para muitas pessoas. Afinal, é importante conhecermos mais acerca dos assuntos financeiros para organizarmos nossa vida, certo? 

“Economia frequentemente não tem relação com o total de dinheiro gasto, mas com a sabedoria empregada ao gastá-lo.” Com essa frase, Henry Ford já mostrava a relevância de se organizar financeiramente. Daí a importância de saber exatamente, de que forma administrar seu salário e identificar o real significado de algumas palavras relacionadas com ele. 

Por exemplo: o dinheiro que você recebe como trabalhador, é de grande valor, correto?Fruto de seu suor, empenho e dedicação.

Porém, existem alguns termos que com certeza você já ouviu falar, como salário bruto, salário líquido, financiamentos, entre outros, mas que você talvez até ache que saiba o que quer dizer, contudo, está equivocado.

O post de hoje tem a missão de explicar em especial, o significado do termo salário bruto.

De antemão, adiantamos que ter esse conhecimento pode lhe ajudar, e muito, na hora de fazer um planejamento financeiro.  

Então, anote o que você achar essencial, tire suas principais dúvidas e, é claro, leia até o fim!

O que é salário bruto

O salário bruto, que também podemos chamar de salário base, é aquele que a empresa em que você trabalha lhe paga.

Porém, esse salário seria um total, digamos assim. Nele ainda não estão feitos os possíveis descontos que podem ocorrer por você ser trabalhador.

Normalmente, quando você faz um contrato de trabalho com uma empresa, o que consta como remuneração é o salário base.

Diferença entre salário bruto e salário líquido

O salário líquido, por sua vez, é aquele salário que realmente cai na sua conta e que você recebe.

O motivo é que nele já estão feitos os descontos pelo seu trabalho, ou seja, é feita a dedução de impostos e que constam na CLT, que é uma lei de extrema importância para o seu conhecimento.

Por fim, podemos concluir que o salário base é o que a empresa paga, e o líquido é o seu recebimento final.

Quais são os descontos no salário bruto?

Alguns podem ser os descontos no seu salário como trabalhador, como por exemplo, os principais:

  • INSS: a contribuição para a Previdência Social possui taxas que variam de 8% a 11%;
  • IRRF: o Imposto de Renda Retido na Fonte pode ter taxas de 5% até 27,5%, se o seu caso não for o de isento ao IR.

É importante lembrar que quanto maior for o seu salário, maiores serão esses dois descontos.

Segundo fontes de valores de 2017, veja como ficam as possibilidades de desconto em alguns casos:

  • Desconto INSS (de R$1.659,39 a R$2.765,66): ocorre um desconto de 9%;
  • Desconto INSS (de R$2.765,67 a R$5.531,31): acontece um decréscimo de 11%;
  • Desconto INSS (acima de R$5.531,32): descontado um valor fixo de R$608,44;
  • Desconto IRRF (de R$1.903,99 a R$2.826,65): alíquota de 7,5% e dedução de R$142,80;
  • Desconto IRRF (de R$2.826,66 a R$3.751,05): porcentagem de 15% e dedução de R$354,80;
  • Desconto IRRF (de R$3,751,06 a R$4.664,68): alíquota de 22,5% e dedução de R$636,13;
  • Desconto IRRF (acima de R$4.664,69): porcentagem de 27,5% e dedução de R$869,36.

No caso do imposto de renda, o cálculo que ocorre é: base de cálculo x alíquota – dedução.

Com esses dados, você pode ter uma base de quanto pode ser o seu desconto de acordo com o seu salário.

Além do INSS e IRRF, existem também outros possíveis descontos, que variam de empresa. Vamos saber quais são:

  • Vale-refeição;
  • Descontos em planos de saúde;
  • Plano odontológico;
  • Pensão alimentícia descontado direto da fonte, entre outros.

Financiamentos são calculados sobre o salário bruto ou líquido?

Aí está uma boa questão. Até porque sempre chega aquele momento de financiar um imóvel, não é mesmo?

No caso, o parcelamento do financiamento deve ser até 30% do seu salário.

Só que o salário que é contabilizado para esses casos, como o financiamento imobiliário, é feito com o salário bruto.

Sim, aquele mesmo, que possui o valor “total” que lhe pagam como trabalhador.

Porém, acaba acontecendo a seguinte situação: como você recebe o salário líquido, a porcentagem do parcelamento fica ainda maior que 30%.

Vamos supor que você ganhe R$4.000,00. Os 30% do financiamento correspondem a R$1.200,00. Contudo, seu salário líquido é de R$3.380,80 (descontando impostos básicos), então a porcentagem sobe para 35,5%.

Com isso, o que você tem descontado do seu salário por conta do financiamento acaba sendo um pouco mais pesado para o seu bolso.

Faça uma organização das suas finanças

Poupança, aposentadoria, abrir um negócio ou uma empresa, financiamento da casa ou do carro dos sonhos, investimentos. Tudo isso, ou alguns deles, devem habitar nos seus sonhos, certo?

A educação financeira é algo que até brincamos, dizendo que ela deveria ser ensinada nas escolas.

E não é para menos: a quantidade de pessoas que encontram-se endividadas, ou na famosa “malha fina”, é grande.

Além de ser uma situação constrangedora, você pode ter muitas perdas com isso. E essa situação só mostra que está mais do que na hora de você se organizar financeiramente.

Saber sobre salário base e líquido, os possíveis descontos, entre tantos outros assuntos do ramo, são de grande importância para a sua vida e da sua família.

Com esse conhecimento, você pode concretizar seus desejos materiais e ter uma vida mais estável.

Como você já pôde perceber, para você fazer os cálculos da sua carteira, é melhor você se basear pelo seu salário líquido como trabalhador.

Por isso, invista na sua educação financeira, e lembre-se de poupar!

Conclusão

Conosco você aprendeu tudo sobre salário bruto, as diferenças entre ele e o salário líquido, além dos descontos que podem ser feitos em cada recebimento.

Saber disso é relevante para o seu bolso e o seu planejamento, afinal, tudo demanda organização, não é verdade?

Invista na sua educação financeira, podendo ser através de livros sobre o assunto, como “Pai rico, Pai pobre”, de Robert Kiyosaki e Sharon Lechter. Boa leituras sempre são bem-vindas. Também existem diversos cursos online os quais você pode fazer.

E é com essa intenção de lhe ajudar que encerramos o texto por aqui. Se você gostou, ou ainda ficou aquela dúvida, deixe a sua opinião nos comentários! Ah, e não esqueça de compartilhar esse texto com os seus familiares e amigos nas redes sociais, hein?

 

Deixe uma resposta

Top