Você está aqui
Home > Notícias > Salario Minimo na Argentina: Aumento de salario? Quanto é?

Salario Minimo na Argentina: Aumento de salario? Quanto é?

Como funciona o salario minimo na Argentina

O salario minimo na Argentina é conhecido por ser um dos maiores da América Latina. Inclusive sendo ele um dos parâmetros de comparação por muitos brasileiros.

Atualmente, o governo argentino acrescentou mais 25% ao valor do salário mínimo no país. O que já era considerado bom, ficou ainda melhor.

Atentos a esse aspecto, muitos brasileiros já cogitam deixar o Brasil para fazer o chamado “pé de meia” na Argentina. Mas, será que isso realmente vale a pena?

Será que apesar de ter um salário maior, o poder de compra dos argentinos é o mesmo que o brasileiro?

Ou ainda, será que eles possuem os mesmos direitos trabalhistas que os brasileiros?

Uma coisa é certa: o salário da Argentina é alto, mas nem sempre isso quer dizer que vale a pena deixar o Brasil, e é isso que vamos ver neste artigo.

Como funciona o salario minimo na Argentina

Como funciona o salario minimo na Argentina?

O salario minimo na Argentina funciona de maneira mais ou menos parecida que no Brasil.

Ou seja, ele é pago mensalmente, sendo que todo trabalhador do país tem direito ao 13º salário assim como aqui.

Mas há uma diferença: enquanto aqui o 13º salário é pago em duas parcelas no final do ano, lá ele é pago em 12 parcelas ao longo do ano, sem nenhum desconto, ou seja, absolutamente integral.

Uma outra diferença entre Brasil e Argentina está na carga horária semanal. Enquanto aqui a carga é de 44 horas semanais, lá é de apenas 40 horas.

Um detalhe é que o funcionário pode escolher se quer trabalhar 8 horas por dia, 5 dias na semana, ou 12 horas por dia, 3 dias na semana e um dia completar a carga horária com 4 horas de trabalho.

Essa flexibilidade permite a muitos trabalhadores possuírem dois empregos e ainda assim folgar no domingo.

Qual o valor do salario minimo na Argentina?

Quem trabalha na Argentina para ganhar um salário mínimo, recebe rigorosamente todo mês, cerca de 8.060 pesos argentinos.

A jornada de trabalho, como já antecipamos é de 40 horas semanais, e atualmente o governo aumentou em 25% esse valor do salário mínimo.

Com esse aumento, o salario minimo na Argentina fica atrás apenas do Panamá na América Latina.

Nos últimos anos, o aumento salarial lá chamou a atenção, pois foram aproximadamente 55% de reajuste, um valor bastante considerável.

Todavia, há de se considerar a inflação no país, bem como o poder de compra do salário mínimo por lá. E isso não é tão animador, pois o custo de vida é relativamente mais alto lá.

No entanto, é difícil estabelecer um análise comparativa, afinal, o peso argentino possui uma relação complicada com o dólar.

Mas é fato que o país vem enfrentando uma situação difícil há alguns anos, principalmente após o chamado tarifaço que elevou sobremaneira a inflação por lá.

quanto vale o salario minimo na argentina em reais

E quanto vale o salario minimo na Argentina em reais?

Já dissemos que o valor do salario minimo na Argentina é de 8.060 pesos, e que também houve um aumento de 25% neste valor.

Mas quanto isso representa em reais?

Ao fazer a conversão das moedas, o valor do salario minimo na Argentina representa aproximadamente R$ 2.040,00 por mês.

Em valor absoluto, isso é quase o dobro que o nosso. Mas, será que considerando os itens de cesta básica, é possível comprar o dobro de mantimentos por lá?

Esse é um dos principais problemas na Argentina. Aliás, não só lá, visto que a expansão monetária para garantir maiores salários gera uma inflação que por vezes é superior ao ganho salarial.

Vantagens do salário mínimo da Argentina

Uma das maiores vantagens está na carga horária e na flexibilidade de poder fazê-la em 3 dias na semana, o que possibilita ao trabalhador atuar em dois empregos e ainda assim folgar aos domingos.

O 13º Salário também não possui nenhum desconto e como é pago em 12 parcelas, acaba beneficiando o trabalhador no começo do ano.

Além disso, o país é conhecido por ter uma quantidade de encargos sobre o salário superior ao do Brasil, o que daria um ganho a mais para quem trabalha por lá.

Embora o salario minimo na Argentina seja generoso, isso não impede que haja desigualdade no país, apesar dela ser menor do que no Brasil.

dificuldades do salario minimo na argentina

Dificuldades do salario minimo na Argentina

Pode parecer que a vida na Argentina é muito boa, principalmente quando consideramos somente o valor absoluto do salário mínimo.

Todavia, 60% dos empregos locais por lá estão dentro da chamada Lei de Flexibilização do Trabalho para Pequenas e Médias Empresas.

Nestas situações o trabalhador ganha o piso salarial, e apesar de ser benéfico por garantir uma maior flexibilização, por outro lado gera uma série de incertezas para o trabalhador.

Diante de uma crise com desemprego alto por exemplo, esses trabalhadores ficam mais desprotegidos.

Um outro ponto é que historicamente a economia da Argentina é mais volátil que no Brasil. Sendo assim, crises e problemas inflacionários são mais recorrentes lá do que aqui.

vale a pena deixar o brasil para morar na argentina

Vale a pena deixar o Brasil para morar na Argentina?

Diante de tudo que foi exposto, muita gente deve estar se perguntando: mas afinal, vale a pena deixar o Brasil para tentar a vida na Argentina?

Ao considerar todos os aspectos econômicos, como inflação, custo de vida, tarifas básicas, o valor do salário de lá possui até menos poder de compra que aqui.

Contudo, há outros aspectos a serem considerados como clima, cultura, estilo de vida. Tudo isso deve ser ponderado por quem pretende tentar a vida lá.

Uma única e grande vantagem está no flexibilização. Então, se a ideia é trabalhar bastante para juntar dinheiro, pode ser uma oportunidade a mais do que aqui.

Cabe a cada trabalhador ponderar os prós e contras de cada país, visto que ambos possuem suas qualidades e defeitos.

Gostou de saber um pouco mais sobre o salario minimo na Argentina? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe essa notícia com seus amigos nas redes sociais.

Fontes:

Veja também:  Como Fazer Recibo de Pagamento de Salario? Passo a Passo

https://jurosbaixos.com.br/conteudo/quanto-custa-morar-na-argentina-definitivamente/

https://economia.uol.com.br/noticias/afp/2020/01/03/argentina-reajusta-salarios-em-63-dolares-diante-da-inflacao.htm

Deixe uma resposta

Top