Você está aqui
Home > Notícias > Como Fazer o Calculo Salario Liquido 2020: Aprenda Passo a Passo

Como Fazer o Calculo Salario Liquido 2020: Aprenda Passo a Passo

como fazer o calculo salario liquido

Todos aqueles profissionais que trabalham com carteira assinada devem saber como é realizado o calculo salario liquido, segundo a Consolidação das Leis Trabalhistas.

Isso ocorre porque eles recebem o salário bruto, que significa aquele que é pago na folha salarial, mas o mesmo passa por diversos descontos.

Assim, após a retirada desses descontos, que envolvem taxas e impostos, é que o salário líquido a ser recebido pelo trabalhador será conhecido.

E você sabe como realizar o calculo salario liquido?

Esse artigo tem, justamente, o objetivo de tratar sobre tudo referente a esse assunto, proporcionando conhecer o que é descontado no salário bruto até chegar ao valor real recebido pelo trabalhador.

Sendo assim, não deixe de acompanhar esse texto até o final para saber tudo sobre o assunto!

como fazer o calculo salario liquido

Como fazer o calculo salario liquido?

Taxas e descontos no calculo salario liquido

O salário bruto, que também pode ser conhecido como salário nominal, é aquele a ser pago pela empresa que trata-se de um acordo realizado entre a empresa e o trabalhador.

Para saber o valor do salário a ser recebido, o empregado precisa conhecer quais são as taxas e descontos existentes no calculo salario liquido.

Entre eles, por exemplo, podem ser citados os descontos referentes ao INSS, bem como ao Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF).

Os próximos tópicos, portanto, irão tratar de mostrar mais sobre esses descontos, de modo que você possa entender tudo o que é descontado no seu salário.

desconto inss sobre o salario

Desconto INSS sobre o salário

Um dos principais descontos realizados sobre o calculo salario liquido é referente ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O valor do INSS é descontado no salário bruto dos trabalhadores para ser voltado à aposentadoria dos mesmos, no futuro, ou então para servir como base para o pagamento do valor do seguro-desemprego.

Veja também:  Como fazer o calculo salário aposentadoria por tempo de contribuição

Desse modo, dá para perceber como apesar de ser um desconto que vai fazer falta no salário final, mas é algo que pode ser pensado para o futuro, então é algo benéfico para o trabalhador, em geral.

O cálculo para saber quanto será descontado para o INSS, do valor do salário nominal, é feito da seguinte forma:

  • Multiplica-se o valor do salário bruto recebido pelo funcionário por uma alíquota (em porcentagem)
  • A alíquota irá variar de acordo com o valor do salário bruto, e o resultado final do cálculo será o valor a ser destinado, pela empresa, à Previdência Social.

E quais são as alíquotas em 2020?

Os valores de cada alíquota, de acordo com o salário recebido (salário de contribuição) são:

  • Salário mínimo: R$ 1.045,00 – Alíquota de 7,5%
  • De R$ 1.045,01 a R$ 2.089,60 – Alíquota de 9%
  • De R$ 2.089,61 a R$ 3.134,40 – Alíquota de 12%
  • De R$ 3.134,41 a R$ 6.101,06 – Alíquota de 14%

desconto do irrf sobre o salario liquido

Desconto do IRRF sobre o salário líquido

O próximo passo de descontos sobre o calculo salario liquido é realizar a subtração do IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte).

Esse desconto deve ser realizado após a retirada do valor a ser pago ao INSS, pois a partir daí você poderá saber quanto precisará destinar ao imposto de renda.

O Imposto de Renda Retido na Fonte, como o próprio nome diz, é retido pelo próprio empregador, sendo então entregue à Receita Federal.

Da mesma forma que ocorre com o desconto do INSS, também existe uma tabela, baseada em alíquotas de acordo com o valor da base de cálculo (salário bruto depois de retirado o desconto destinado à previdência social).

Veja também:  Calculo Salario Proporcional: Meses de 28, 29 e 30 dias

Em 2020, essa tabela de alíquotas é a seguinte:

  • Base de Cálculo: Até 1.903,98 – Alíquota de 0% – Parcela Dedutível: R$ 0,00
  • Base de Cálculo: De 1.903,99 até 2.826,65 – Alíquota de 7,5% – Parcela Dedutível: R$ 142,80
  • Base de Cálculo: De 2.826,66 até 3.751,05 – Alíquota de 15% – Parcela Dedutível: R$ 354,80
  • Base de Cálculo: De 3.751,06 até 4.664,68 – Alíquota de 22,5% – Parcela Dedutível: R$ 636,13
  • Base de Cálculo: Acima de 4.664,69 – Alíquota de 27,5% – Parcela Dedutível: R$ 869,36

Salário líquido com dependente

Acima, você pôde ver como é feito o desconto por meio da taxa cobrada de IRRF sobre o salário bruto (após a retirada do valor destinado ao INSS), através de uma alíquota para casa faixa de base de cálculo.

Além dos valores de parcelas dedutíveis sobre o salário bruto, como visto, ainda há outras deduções realizadas a partir do IRRF.

Essas deduções dizem respeito aos dependentes do trabalhador, pois para cada dependente que o mesmo possuir, será deduzido um valor de R$ 189,59.

outros descontos adicionais no calculo salario liquido

Outros descontos adicionais no calculo salario liquido

Além de todos esses descontos e taxas vistos até aqui, ainda há outros descontos adicionais que podem ser realizados no calculo salario liquido.

Esses descontos aparecem como uma opção ao trabalhador, e ele pode ou não acordar com o departamento de Recursos Humanos da empresa.

Entre os descontos adicionais, podem ser citados:

  • Plano de saúde
  • Plano odontológico
  • Vale-alimentação ou vale-refeição
  • Vale-Transporte
  • Contribuição Sindical
  • Empréstimos

Se o funcionário resolve que quer receber o vale-transporte, o valor que será descontado do salário bruto deverá ser de, no máximo, 6% do mesmo.

Veja também:  Novo salário mínimo e seu poder de compra

Caso ultrapasse essa porcentagem, o valor adicional fica a cargo da própria empresa, que precisará garantir o pagamento para que o funcionário possa se deslocar.

Baseando em alguém que receba, R$ 2300,00, o cálculo a ser realizado para encontrar o salário mínimo será:

  • Salário Bruto (R$ 2300,00) – INSS (R$ 197,64) – IRRF (R$ 14,88) – Descontos Adicionais (R$ 138,00): Salário Líquido (R$ 1949,48)

Se esse trabalhador tiver um dependente, por exemplo, o valor final será:

  • R$ 2300,00 – R$ 197,64 – R$ 0,66 (com o valor do dependente deduzido) – R$ 138,00: R$ 1.963,70 (Salário Líquido)

Conclusão

Como você viu, o valor a ser recebido pelo trabalhador, em questão salarial, não é aquele acordo com a empresa, o que é chamado de salário bruto ou nominal.

Neste texto, você pôde ver como é feito o calculo salario liquido, que é o valor a ser recebido pelo funcionário após todos os descontos realizados sobre o salário bruto.

Gostou do artigo de hoje sobre o calculo salario liquido? Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

Deixe uma resposta

Top